Dias Pythônicos (ou python e aprendendo a programar II)

Já faz um tempo (novembro de 2016) que fiz um post sobre o meu interesse em aprender python. Até aqui aconteceram diversas coisas, principalmente tempo escasso e dedicação total ao mestrado. Com aquela velha inércia entre o término do mestrado e uma tentativa de planos para um doutorado, resolvi investir seriamente na minha “vontade de … Continue reading “Dias Pythônicos (ou python e aprendendo a programar II)”

A minha experiência com o Fedora 28 Beta

No primeiro dia de maio foi lançada uma nova versão do Fedora. A versão 28 conta com incríveis melhorias e novidades, entre elas a versão 3.28 do Gnome (para saber mais sobre, visite este link). Como estou contribuindo com o Gnome, senti a necessidade de usar a sua versão mais nova bem antes do lançamento … Continue reading “A minha experiência com o Fedora 28 Beta”

I Encontro de Comunidades de TI (breve relato)

Ocorreu no dia 05 de maio, nas dependências da faculdade Uninabuco, o 1º Encontro de Comunidades TI organizado pelas comunidades PHP-PE, AVATECH, FEMUG, GEEK NIGHT, PUG-PE, WOMEN WHO CODE, CHATBOT-PE, MANGUEZAL e FREVO ON RAILS. O evento foi bastante interessante porque mesclou diversas temáticas. Tive a oportunidade de assistir todas as palestras, de rever alguns … Continue reading “I Encontro de Comunidades de TI (breve relato)”

Como receber notificações do zsh no Fedora

  Já faz um tempo que tenho preferido usar o zsh ao invés do bash como meu shell padrão. Ao utilizar o Fedora eu notei que, utilizando o zsh, não conseguia receber notificações de algumas ações no emulador de terminal. Acho estas notificações bastante úteis quando estou aguardando alguma coisa iniciada no terminal, como um backup ou … Continue reading “Como receber notificações do zsh no Fedora”

Festa de lançamento do Gnome 3.28 em Recife

No dia 31 de abril realizamos em Recife uma Gnome Release Party. O intuito do evento foi aproveitar o lançamento da versão 3.28 do Gnome para juntar os amigos e entusiastas. Já faz um tempo que comunidades de software livre e eventos estão estagnados na cidade. Alguns conhecidos e eu estamos articulando um pequeno grupo … Continue reading “Festa de lançamento do Gnome 3.28 em Recife”

Voltando ao Gnome

Como comentado anteriormente, estou utilizando o Gnome (ativamente desde 2017). Neste momento estou utilizando a versão 3.26 (aguardando ansiosamente a versão 3.28). Neste texto comento os motivos que me fizeram adotar este Ambiente Desktop. De forma bem particular e simplista, dividirei este texto em três pontos: produtividade, facilidade e comunidade. Sou um usuário de GNU/Linux … Continue reading “Voltando ao Gnome”

Minha pós-instalação para o Fedora 27

Antes de qualquer coisa. Migrei do Archlinux para o Fedora, mas os meus motivos e primeiras impressões ficam para um outro post. O que adianto é que não deixei o “arch” por insatisfação e que estou gostando bastante do Fedora. Durante a instalação do Fedora 27 eu não tive nenhum problema. Anotei aqui alguns detalhes, … Continue reading “Minha pós-instalação para o Fedora 27”

Cadê meus eventos? Estão lá naquela rede!

A imagem foi gerada pelo http://www.seppukoo.com/ – Uma alegoria para um suicídio virtual. Este não é mais um daqueles textos que vem lançar uma pedra no Facebook… Ou até seja. Desde que fiz meu facebookcídio (2015) eu não sinto a mínima falta da rede, exceto por um ponto. Eventos! E estes vão desde de um … Continue reading “Cadê meus eventos? Estão lá naquela rede!”

Exportando e importando atalhos no Gnome

Se tem uma coisa que não pode faltar no meu dia a dia, no computador, são atalhos. Ter um esquema bem definido de teclas de atalho pode ajudar bastante na produtividade. Eis alguns exemplos: Abrir o Nautilus (navegador de arquivos): Super + E Abrir a Agenda do Gnome: Super + C Abrir o Terminal: Super … Continue reading “Exportando e importando atalhos no Gnome”

Adesivo anti-nazi? Sim!

Não faz tanto tempo que passei por duas situações bem curiosas quanto a um adesivo que tenho em meu laptop. Refiro-me ao da imagem acima. A frase “INGEN NAZISTER I VORES GARDER!” que em dinamarquês quer dizer “Não há nazistas em nossas ruas!”, pelo menos é o que eu me lembro do significado que me … Continue reading “Adesivo anti-nazi? Sim!”