Exportando e importando atalhos no Gnome

Se tem uma coisa que não pode faltar no meu dia a dia, no computador, são atalhos. Ter um esquema bem definido de teclas de atalho pode ajudar bastante na produtividade. Eis alguns exemplos:

  • Abrir o Nautilus (navegador de arquivos): Super + E
  • Abrir a Agenda do Gnome: Super + C
  • Abrir o Terminal: Super + Enter

O meu uso de atalhos me acompanha há um bom tempo e sempre tive a preocupação de salvá-los caso tenha que reinstalar o sistema. Portanto é necessário uma boa forma de exportá-los e importá-los.

Uma outra utilidade é que algumas pessoas próximas a mim também utilizam o Gnome. Desta forma eu deixo meus atalhos na nuvem e, sempre que preciso utilizar um desses computadores, carrego minhas configurações para um outro computador. A sensação é de “estar em casa”.

Para fazer a exportação dos atalhos devemos utilizar o dconf e fazer um “dump” de nossas configurações. No terminal, basta digitar:

dconf dump /org/gnome/settings-daemon/plugins/media-keys/ > meus_atalhos.txt

Fazendo isso as suas configurações de atalho são exportadas para o arquivo meus_atalhos.txt.

Caso você queira carregar as configurações basta, no terminal, digitar:

dconf load /org/gnome/settings-daemon/plugins/media-keys/ < meus_atalhos.txt

Fazendo isso você vai incorporar as suas configurações no usuário do Gnome.

Gostaria de agradecer este post ao canal do IRC gnome-br (irc.gnome.org), principalmente a feaneron, jwendell e feborges que me ajudaram nos caminhos de exportação/importação dos atalhos.